A loucura entre nós – por Bia Dias

bia-intro

Bia Dias é ensaísta, psicanalista lacaniana e pesquisadora em arte e psicanálise. Foto Tatiana Guile.

Desde o título do filme tudo se coloca em movimento cálido a sustentar uma loucura que deambula entre nós. Só estamos autorizados a falar da loucura de dentro dela. E Fernanda assume esse compromisso ético.

Os relatos dos pacientes do hospital- tanto dos pacientes “internos” quanto daqueles que vem e vão e trabalham no projeto “Cria- mundo” vão criando uma borda sutil que nos dá pistas e nos ensina sobre a nossa fragilidade de seres falantes.

O que surge daí são fragmentos de realidade indubitável, vozes, flores de papel, bordados, escrituras alucinadas, músicas como mensagens, vestidos construídos de embalagens de remédios, palavras como projéteis. Numa captura poética da estruturação do delírio o que se apresenta é uma espécie de  “vácuo” no simbólico de onde surgem as mais diversas e trêmulas tentativas de construção de qualquer coisa que possa ” abrir o verbo”- como nos indica o mesmo rapaz que diz: “Vejo vultos, mas não vejo nada além do normal”.

Cada singular gesto diante da câmera é filmado na proximidade do mais assombroso enigma e a contingência é abrigada de maneira aguda: desde a presença de uma boneca de plástico carregada como bebê por uma paciente roçando uma quase existência humana até a mesma humanidade dilacerada na cabeça de boneca que o mar devolve ao mundo.

(…)
O filme é livremente inspirado no livro de Marcelo Veras, que abriga a potência política da psicanálise: frente ao sujeito que vacila há de existir um outro que escuta a diferença e devolve alguma dignidade aos espaços para que a exclusão possa ser substituída pelo grão de estranheza e pela marca que cada um pode inscrever no mundo.

* Bianca Coutinho Dias (Bia Dias) é ensaísta, psicanalista lacaniana e pesquisadora em arte e psicanálise. Esse texto foi publicado em sua página no Facebook – e reproduzido por nós com um pequeno corte feito em um parágrafo, pensado para não antecipar a experiência de quem ainda não viu o filme.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s